Do lado esquerdo do peito

Do lado esquerdo do peito (Penalux, 2013), meu terceiro livro, é um relato sobre a luta contra o câncer de mama, que vivi em 2009. O grande diferencial desta narrativa é o bom humor com que consegui tratar esta experiência.

Durante o tratamento expressei aos poucos o que ia vivenciando. Foram várias as crônicas nas quais falei sobre estar careca, os piores dias de enjoo, as pequenas vitórias de cada dia, meu aprendizado pessoal. Por isso, muitos amigos me incentivaram a escrever um livro, depois que tudo passasse.

Leitores e amigos podem conhecer a fundo esta história, no mesmo tom de bate-papo, desde as primeiras suspeitas, quando descobri um caroço na mama esquerda, até o fim do tratamento, passando pela relação com a família, marido, filho, amigos, sexo, rotina.

Quero, com este livro, dizer que é possível e necessário, antes de vencer a doença, vencer a si próprio. É isso o que o câncer me ensinou. A gente morre de qualquer jeito, claro, portanto não se trata de vencer a morte. É preciso compreender que a máquina pifa, que pode ter conserto se houver aceitação irrestrita, com os pés no chão. Se for a hora de morrer, vai morrer, mas é plenamente possível lutar. E muito digno.